Friday, October 20, 2006

Corpo Nacional de Escutas da Guine-Bissau

Corpo Nacional de Escutas da Guine-Bissau

2 Comments:

Blogger Tio Padre said...

Viva CNE-GB, Viva Junta Central e que haja paz e muto coragem e solidariedade entre os constituintes(associados) da Grande Família Escutista Guineense.
É muito gosto intervenho nesta página unicamente com o objectivo de agradecer e encorajar a iniciativa da criação desta página na Net, permitindo desta forma, aos outros conhecerem o CNE-BG e as suas diferentes actividades. É um desafio gigantesco que exige e certamente exigirá os esforços e sacrificios de todos os Associados e de forma mais intensa e acentuada a Junta Central,enquanto Entidade Promotora das acções necessárias à correcta aplicação do Método Escutista.Tenho percorrido o Programa para as acitvidades visando a celebração dos cem(100)anos do Escutismo na Guiné-Bissau e estou muito satisfeito com o que se pretende fazer e forma como deve ser feito.Porém, falta uma coisa e que efectivamente nunca deveria faltar. Não tenho visto algo sobre a inquestionável figura do P. Neves, no mundo escutista guineense, o Promotor do desse organismo juvenil na Guine-Bissau desde da équipa colonial. Quem é não conhece a sua forma enérgica e a sua inquestionável coragem a enfrentar as autoridades do mundo juvenil nos momentos imediatos à independência nacional? Quantas vezes vinha lá no Cristo Redentor falar da sua visão e projectos sobre o Escutismo guineense? Quantas vezes vinha lá abafar-se comigo quando as coisas paraeciam não correr nos carris certos? Mas antes do Cristo redentor ele ja me falava do escutismo. Uma vez,no Verão de 1992, no jardim do Seminario das Missões Francisnas do Largo da Luz, Portugal, falou-me longo e demoradamente do Escutismo e das suas dificuldades nesse âmbito. E fiquei impressionado com a sua profunda e sincera convicção neste Movimento. Foi graças a ele que conhci o depósito nacional(Portugal)dos materiais e fardamentos e ia eu comprar variados materiais de que ele precisava nessa altura. E não é pro acaso que o Agrupamento nº.1 seja orecisamente da Catedral, onde exercia o múnus de Pároco da mesma. Tendo em consideração a sua figura e as suas múltiplas e variadas intervenções no âmbito da Família Escutista Guineense, seria bom, nesta celebração centinaria, não esquecer dele. Não há nenhuma lei que obriga a isso, é apena, caros irmãos e compatriotas, questão de nobres e sinceros sintimentos de gratidão e que só o coração pode intender e não a razão.O Rev. Padre Neves está doença como todos sabemos e precisa de descanso razão pela está longe de nós, mas estivesse a sua presença nas diferentes manifestções deste centenario, teria sido notória. Eis a minha sugestão:Que seja realizado algo de gratificante a P. Neves.Não tenho minimamente ideia do que se deve fazer, mas que algo se faça "sim maina".
Um abraça gande grande a todos.
Tio Padre

10:36 AM

 
Blogger ILDEJAN AKELA said...

OLA,

SOU CHEFE ESCOTEIRO DE SÃO LUIS DO MARANHÃO - BRASIL, GOSTARIA DE TROCAR IDEAIS E DISTINTIVOS COM ESCOTEIROS DE GUINE-BISSAU, MEU E-MAIL É: ildejan1gecon@yahoo.com.br

UM ABRAÇO E SEMPRE ALERTA

5:28 AM

 

Post a Comment

<< Home